quarta-feira, 27 de julho de 2011

"Movie Poster" - Kubik no Alentejo


Este é o próximo projecto de Kubik: "Movie Poster". Trata-se de uma encomenda do festival de performance e artes da terra "Escrita na Paisagem" (decorre ao longo do Verão em terras alentejanas). O tema deste ano do festival é "Mitologias" e, com base na ideia da mitologia associada ao poster de cinema, irei apresentar na primeira semana de Agosto um trabalho visual e musical ligado ao tema. O poster de cinema como objecto estético que faz parte da mitologia do cinema. Há posters que são verdadeiras obras-primas, desenhados à mão, mais abstractos ou surrealistas, fugurativos ou fantasistas. É esta filão quase inesgotável que serve de matéria a este projecto.

Basicamente, seleccionei perto de 200 posters marcantes de todas as épocas históricas do cinema, subdivididos em 7 géneros (30 posters por cada um) e um designer gráfico: Guerra, Comédia, Terror, Cinema Negro, Western, Ficção Científica, Mudo e - o mítico designer gráfico - Saul Bass, criador de alguns dos mais emblemáticos posters e trailers para realizadores como Hitchcock, Kubrick ou Preminger.

O critério de selecção residiu na qualidade visual de cada poster, a singularidade estética de cada um deles, e a inerente qualidade do filme. Há filmes bons cujos posters não foram escolhidos por achar que os mesmos não tinham particular relevância. Por outro lado, há filmes menores contemplados porque os posters são realmente muito originais e criativos. Procurei também escolher posters de várias nacionalidades (franceses, alemães, espanhóis, polacos...) para mostrar a diversidade de abordagens nesta área e procurei, tanto quanto possível, escolher posters verdadeiros, ou seja, com a marca dos vincos das dobragens. Com a realização deste trabalho percebi que todos os posters do género "Noir" (cinema negro) eram pintados à mão e que tinham, invariavelmente, mulheres fatais e pistolas representadas.

Musicalmente, os 7 géneros cinematográficos explorados e o autor Saul Bass partem de ambientes e estilos muito díspares, quase antagónicos, como é o caso do terror e da comédia, por exemplo. O ritmo de exibição de cada poster é de 10 segundos, com uma média de 5'30'' por cada género e perfazendo um total estimado de 40 a 45 minutos de apresentação total. Para além das programações electrónicas por computador, irei tocar ao vivo em tempo real guitarra eléctrica e teclado MIDI.

Serão 4 as apresentações no Alentejo do projecto "Movie Poster". A saber:

- 3 Agosto, Évora, Igreja de S. Vicente, 21h30

- 4 Agosto, Avis, Largo do Convento, 21h30

- 5 Agosto, Moura, Largo do Cine-Teatro, 21h30

- 6 Agosto, Estremoz, Rossio, 21h30

2 comentários:

Hélder Beja disse...

Parece um excelente projecto, Victor, parabéns. Passámos pela Guarda mas desta vez não houve oportunidade de nos encontrarmos. Ficará para a próxima, de certeza. Um abraço

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Obrigado Hélder.
Outra oportunidade haverá para nos encontrarmos.

Abraço.